Performance e Recuperação Desportivas, e Desenvolvimento do Atleta

As elevadas exigências físicas, mentais, interpessoais e organizacionais do alto rendimento requerem estabilidade, resiliência mental e estar no pleno das capacidades cognitivas.
A importância de ter um atleta bem preparado mental e fisicamente é comparável a dispor de um atleta disponível durante toda a época, sem lesões impeditivas e orientado para a concretização do seu potencial máximo individual e, no caso das modalidades de equipa, respectivo contributo para o desempenho da equipa.

A intensidade e competitividade cada vez mais elevadas, tornam importante criar rotinas de treino específicas na componente mental e física, que possam intervir e preparar de forma eficaz os atletas para este elevado nível de exigência.

Acompanhamento Psicológico e Treino de Performance Cognitiva (Performance, Desenvolvimento Atlético, Prevenção, Recuperação e Reabilitação)

No respeitante ao treino de performance e desenvolvimento neurocognitivos, visamos que o cérebro do atleta seja mais eficiente na prática desportiva e em situações de elevada exigência cognitiva e emocional, seja atletismo, artes marciais, basquetebol, ciclismo, futebol, ténis, ou outra modalidade. Tal como referido na sabedoria popular, “a prática faz a perfeição”, contudo apenas através da prática optimizada de qualidade aumentamos a força e velocidade dos sinais nervosos tendo por base processos de neuroplasticidade (ex. aprendizagem, mielinização).

Desta forma ambicionamos desenvolver um atleta mais eficiente, forte, rápido, emocionalmente estável, mentalmente ágil e inteligente na sua modalidade, tendo em conta aspectos chave tais como:

  • Resistência psicológica
  • Velocidade mental
  • Força
  • Agilidade reactiva
  • Precisão
  • Detecção visual periférica
  • Análise, interpretação/”leitura” e antecipação eficiente de situações de jogo (ex. individuais ou em movimentações de equipa)

Cada intervenção é planeada e implementada de acordo com o individuo e as especificidades da sua modalidade desportiva e pode incluir:

  • Preparação psicológica para atletas
  • Acompanhamento psicológico
  • Treino de capacidade de reacção do sistema neuromuscular
  • Treino de decisão cognitiva
  • Treino de Velocidade de processamento
  • Treino computorizado de atenção visual multi-estímulos
  • Coordenação motora
  • Treino de imagética guiada
  • Resistência ao stress
  • Detecção e monitorização de concussões

Acompanhamento Fisioterapêutico (Prevenção, Recuperação e Reabilitação; Performance)

Os desportos de nível profissional determinam padrões corporais que ultrapassam barreiras sociais, culturais e geopolíticas. Essas particularidades resultam em alterações posturais e lesões associadas à eficiência do gesto desportivo, que a longo prazo, podem evoluir para processos patológicos que limitam a prática de atividades físicas regulares e a qualidade de vida.

A variação da etiologia das lesões em diferentes populações é um dos fatores a ter em conta para a implementação de medidas preventivas. As características estruturais e funcionais, próprias de cada desporto, estão relacionadas com as suas lesões típicas. Desta forma, o papel da prevenção de lesões assume, assim, uma importância acrescida para a prática de atividades desportivas em segurança.
A fisioterapia na promoção de saúde é uma área com potencial para a prevenção de ocorrência de lesões desportivas. Como tal, os programas de exercício específicos preventivos são utilizados como forma de minimização do impacto das lesões.

Intervenção da Fisioterapia

  • Avaliação
  • Prescrição do exercício

Tipo de treino:

  • Programas de treino específicos de exercícios isocinéticos;
  • Exercícios Pliométricos, que estimulem o tempo de reação;
  • Exercícios de “Closed and Open Kinetic Chain”;
  • Programas de treino específicos de equilíbrio;
  • Protocolos de treino funcional, incorporando exercícios de estabilidade e controlo postural;
  • Exercícios de treino propriocetivo, direcionado para cada atleta, realizados com disco propriocetivo e colchões.
  • Protocolos de treino incorporando um ou mais componentes do exercício de força, equilíbrio, treino e / ou agilidade.
  • Treino de equilíbrio através de realidade virtual

Benefícios da fisioterapia

  • Aumento da estabilidade postural e articular;
  • Cinestesia da articulação;
  • Melhoria no controlo neuromuscular reativo
  • Redução do tempo de ativação dos músculos.
  • Aumento do tónus muscular;
  • Reduções nas taxas de lesões em diferentes desportos.

Benefícios da fisioterapia a longo prazo

  • Redução da instabilidade funcional;
  • Redução do risco de lesão;
  • Prevenção e melhoria da performance;
  • Melhorar a capacidade de reação do sistema neuromuscular.

O trabalho de prevenção é a melhor forma do fisioterapeuta minimizar a probabilidade de ocorrência de lesões e consequentemente proporcionar a melhor performance, que é tão importante e decisiva para a vida do atleta e o sucesso da sua equipa.