Telefisioterapia

A Telefisioterapia permite a realização à distância de um plano de reabilitação, recorrendo a tecnologias de telecomunicação.

Assim, tem como vantagens a não necessidade de deslocação e a manutenção de um plano de intervenção ao longo do tempo, sem necessidade de interromper o acompanhamento profissional essencial à sua recuperação.

É ainda importante salientar que esta via de tratamento implica o acompanhamento de uma terceira pessoa, no caso de necessidade de supervisão bem como um ambiente espaçoso e sem obstáculos que possam provocar quedas e o conhecimento do uso do meio de telecomunicação escolhido por parte do paciente e/ou do cuidador.

Com recurso à Telefisioterapia, podemos realizar:

  • Avaliação subjetiva, através de um questionário inicial (escrito ou imediato por vídeo-consulta, conforme preferência do paciente);
  • Avaliação física, através de vídeo em tempo real ou gravado, assim como de fotografias, de modo a ser possível a sua análise detalhada;
  • Indicação e recomendação de medidas a adotar perante os diferentes sintomas/queixas descritos;
  • Prescrição e realização de um plano de exercícios, se aplicável, personalizado e individualizado, com explicação escrita do mesmo, assim como através de imagens e/ou vídeos;
  • Acompanhamento em tempo real da realização de exercícios através de vídeo-consulta.

O plano de exercícios poderá incluir:

  • Exercícios de coordenação motora sem recurso a material externo;
  • Exercícios de fortalecimento muscular com o peso do corpo (sendo possível adicionar carga externa caso o paciente tenha acesso aos materiais e/ou adaptado com materiais reais do domicílio como, por exemplo, através de livros, garrafas de água, pacotes de arroz, etc.);
  • Exercícios de destreza manual recorrendo a materiais típicos e reais do domicílio (molas da roupa, grãos, botões, fechos, cordões, etc.);
  • Exercícios de equilíbrio;
  • Exercícios de flexibilidade;
  • Exercícios de correção postural;
  • Exercícios ativos vestibulares;
  • Treino de marcha no solo, incluindo obstáculos;
  • Exercícios respiratórios ativos;

É ainda de salientar que no Centro CEREBRO podemos incluir exercícios de realidade virtual a utilizar em domicílio ou via teleconsulta, como o RGS, potenciando o trabalho inerente às categorias supracitadas, com supervisão e acompanhamento em tempo real.

Comments are closed.