CEREBRO – Centro Clínico e de Investigação em Saúde Mental e Neurológica

O Centro CEREBRO conjuga prática clínica e investigação visando desta forma promover, manter e recuperar a Saúde Mental e Neurológica ao longo das etapas do desenvolvimento Humano, momentos de crise e na perturbação mental ou neurológica. Para tal recorre a profissionais de referência, conhecimentos científicos internacionais atualizados e ferramentas e terapias eficazes e validadas cientificamente.

O CEREBRO desenvolve a sua atividade em três eixos principais de atuação:

  • Atividades Clínicas
  • Formação
  • Investigação

Comercializamos ainda um portfolio altamente selecionado e exclusivo de produtos específicos para melhorar a vida das Pessoas com Perturbações Cerebrais/Doenças Neurológicas.

Os nossos Princípios – Estas são as premissas que permeiam e orientam as nossas atividades:

  • Excelência
  • Humanização
  • Experiência Clínica e Científica
  • Inovação
  • Orientação para a Eficácia e Resultados Objetivos
  • Maximização do Potencial Humano

 

As nossas atividade clínicas, formativas e de investigação dão particular enfoque às seguintes perturbações:

  • Acidente Vascular Cerebral
  • Défice Cognitivo
  • Declínio Cognitivo Ligeiro
  • Doença de Alzheimer e outras demências (ex: Parkinson, Demência Vascular)
  • Esclerose Múltipla
  • Hiperatividade e Défice de Atenção
  • Traumatismo Crânio-Encefálico

 

Mensagem do Diretor:

O Centro CEREBRO surge a pensar em si. Visa apoiar as pessoas, em particular as que sofrem com perturbação mental, lesão cerebral ou doença neurológica, a atingirem o máximo do seu Potencial Humano nos domínios Mental e Neurológico.

Estima-se que, de entre todas as doenças humanas, as perturbações cerebrais (psiquiátricas e neurológicas) sejam responsáveis por 50% dos anos que as pessoas vivem com incapacidades. Os estudos apontam ainda que num dado ano 1 em 4 pessoas sofrem de uma doença mental.

Para além destes números impressionantes, um olhar atento para cada caso individual revela os custos humanos e materiais, a perda de qualidade de vida e de funcionalidade; demonstrando de forma clara as implicações das perturbações cerebrais ao nível pessoal, familiar e societal. Intervir de forma adequada pode fazer a diferença individual e sistémica, local e global.

Só com uma equipa determinada, humanamente dedicada e de excelência técnica será possível almejar contribuir para alcançar tal desafio; felizmente posso afirmar sem dúvidas que os profissionais do CEREBRO providenciam os melhores cuidados aos pacientes. A este vetor de recursos humanos juntamos ainda ferramentas e terapias inovadoras de última geração e conhecimentos científicos sólidos. Acredito que a conjugação destes vetores torna o projeto CEREBRO tão único e ímpar como cada uma das pessoas que servimos.

Espero que nos dê o privilégio de podermos aceitar juntos este desafio e atingir a excelência através do nosso esforço conjunto. Pois só assim Avançamos, Consigo.

Doutor Jorge Alves, Diretor